quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Bateu saudade...


Lembrei do tempo que a gente se amou...

Após quase 2 meses do termino, vi uma foto sua e...adivinha?
Apesar do pouco caso, de todo o mal que me fez, de ter espalhado mentira sobre a minha pessoa, de ter me prejudicado, de ter me feito sofrer, apesar de todo orgulho contido em ti, bateu saudade!

Sei que é algo passageiro, um momento de fraqueza talvez.
Estou consciente que amanhã ou até hoje mesmo, esse sentimento passe e volte a dar lugar ao sentimento que antes estava aqui.

Me da raiva te ver tão bem!
Penso que não sofreu e nem sentiu minha falta.
Engraçado essa minha crueldade...GOSTO de te ver mal, GOSTO de te ver sofrer!
Isso me faria sentir melhor.
Não cairia na tentação de pensar em você, o que, confesso, venho tentando evitar.
Enganar a mim mesma.
Driblar os pensamentos não vem sendo a tarefa mais fácil.
Hoje é a primeira vez que quando penso em ti me bate tristeza.
Até agora os sentimento era de reiva, saudades dos momentos bons.
Sempre muito racional.

A saudade engana.
Ela traz consigo só os bons momentos e esconde tudo de ruim que aconteceu.
Varre para baixo do tapete.
Tento desesperadamente me apegar a tudo de ruim e prejudicial que você me proporcionou e quando vejo que não estou conseguindo, penso "Mas até hoje deu certo, pq agora não está funcionando mais?"...

Me vejo cercada por homens.
Posso escolher entre eles.
Isso estava me completando e me mantendo de cabeça erguida quando, de repente, me deparo com seu sorriso largo naquela foto e me recordo de quando sorria assim pra mim.
Quando após o sexo, ainda dentro de mim, sorria dessa maneira e me dizia o quão bom tinha sido!

Afasto irritada essa imagem da minha mente.
Sei que chegará o dia em que não será necessário esse esforço, simplesmente pq não fará mais diferença.

Não estou depressiva desde que terminamos, repito.
Apenas sinto que quando te vi naquela foto, fui intoxicada!
Quero me apegar a alguém e devido aos ferimentos que deixou em mim, não consigo.
Tenho certeza que encontrarei muitos homens infinitamente melhor que você.
Afinal, essa tarefa não seria muito difícil.
Mas graças a você, me fechei e só consigo me apegar em mim mesma.
Por não acreditar mais em ninguém e ter a certeza de que todas as pessoas que entrarem na minha vida irão levar consigo algo bom que continha em mim e, dessa forma, inevitavelmente, chegará uma hora em que só irá me restar coisas ruíns e um grande vazio.
E aí me pergunto: a quem irei me apegar se em mim mesma não há nada além do NADA?

(...)

3 comentários:

Sil disse...

Ai flor...

Nem fala nada.... Eu sei como é... como é difícil se ver afastada de quem se gosta e pior ainda saber que nunca vai sentir o mesmo por outra pessoa...

=\

Hj tô depre...

Bjos

PS: Cadê a história do carinha de ontem???

Déia disse...

Oi Linda,

Sabe o que dói mais?

A pena que sentimos de nós mesmas!

Eu acho!

Odeio ter pena de mim! Aff..

bj

Viviane disse...

Djow, neeeeeeeeesse caso:

EXCLUI a coluna...

Bjks