quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Sol e chuva.




Parece que após uns dias cinzas, o sol resolveu dar as caras hoje.
Claro, não como antes. Aliás, hoje vejo o sol de uma maneira que há tempos não via, com os meus PRÓPRIOS olhos. Interpretando da maneira que EU quero.
Hoje uso óculos de sol quando me é conveniente.
A claridade está diferente, as vezes prazerosa, as vezes doída, mas diferente.
De um tempo pra cá, tudo está diferente.

Parece que meu corpo sente o vento de uma forma antes desconhecida, posso fechar os olhos e ter a certeza que estou voando. Posso fechar os olhos e ter a certeza do que eu quiser. Ou com os olhos abertos ter a mesma certeza.

Sinto-me livre de rótulos, preconceitos, intrigas.
Livre de péssimas vibrações enviadas por pessoas críticas.
Estou chegando ao ponto onde foco apenas no bem, no novo, na surpresa, no colorido.

Pode ser que amanhã o sol esteja um pouco mais tímido e resolva aparecer menos.
Mas tenho a certeza que no dia seguinte ele volta, brilhando radiante como antes. Como nunca. Como nunca!

O aprendizado é constante e hoje conheço um pouco mais os meus limites.

Estou solta e livre.

Um comentário:

Driks disse...

Adoro sentir o sol penetrando na minha pele, da uma energia muito boa, e um bronzeado invejavel rsrs.

Bjaum flor